Arquivo do mês: julho 2007

MARINHEIROS

 [1] MARINHEIROS SALVE O POVO DA ÁGUA!!! Eles chegam do mar e desembarcam em terra, sua alegria é contagiante, abraçam a todos, brincando sempre, com aquele jeito meio “maroto”, embriagado. São os Marinheiros, grupo de Espíritos que trabalham na Umbanda … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA

NANÃ BURUKU (NÀNÁ BURUKU/NÀNÁ BÙKÙÚ/NÀNÁ BRUKUNG)

Nàná Buruku na África Nàná Buruku ou Nàná Bùkùkú ou Nàná Brukung é uma divindade muito antiga. A área que abrange o seu culto é muito vasta e parece estender-se de leste, além do Níger, pelo menos até a região … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA | Deixe um comentário

História do Omoloko

Um dos objetivos deste site é tentar construir, contando com a ajuda dos visitantes interessados, a história do Omoloko. Por isso, pedimos a colaboração de todos os praticantes e simpatizantes desta religião, bem como de pessoas que identifiquem nos personagens … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA | Deixe um comentário

FRATERNIDADE SEMPRE

Algumas pessoas se questionam por que os espíritas se dedicam à Assistência e Promoção Social, já que sabem que as pessoas que nascem na pobreza, em tese, estão resgatando débitos do passado. A resposta nos parece simples. Como cristãos, todos … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA | Deixe um comentário

Alimento Espiritual

A saúde no corpo muitas vezes começa no pensamento sadio. Não dê guarida a magoas e rancores. Entregue ao tempo toda ofensa. Se você já é capaz de escolher o alimento de que seu corpo necessita, também pode selecionar os … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA | Deixe um comentário

Significados das Cartas do Baralho Cigano

O Baralho Cigano foi elaborado pelos ciganos com base no oráculo mais conhecido e difundido no mundo: o Tarô. Supõe-se que os ciganos até chegaram a usar as 78 lâminas do Tarô, porém, sentiram a necessidade de terem um oráculo … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA

SOLIDÃO

Há dias em que sentimos com mais intensidade o fardo da solidão. À medida que nos elevamos, monte acima, no desempenho do próprio dever, experimentamos a solidão dos cimos e profunda tristeza nos dilacera a alma sensível. Onde se encontram … Continuar lendo

Publicado em UMBANDA | Deixe um comentário